Informações de Contato


BELO HORIZONTE, MG

Estamos disponíveis Ligue agora.

A Organização Mundial da Saúde defendeu hoje (1º) que as vacinas na sua lista de emergência ou de outros reguladores sejam consideradas internacionalmente para que pessoas com intenção de viajar possam obter o status de totalmente imunizadas. Para a OMS, esse reconhecimento deve ocorrer mesmo em países onde algumas dessas vacinas ainda não foram aprovadas.

A afirmação foi realizada em conjunto com outras agências que desenvolvem o programa Covax – consórcio de distribuição de imunizantes – e objetiva o retorno de circulação das pessoas entre as nações.

“Qualquer medida que apenas permita que pessoas protegidas por algumas vacinas aprovadas pela OMS se beneficiem da reabertura das viagens criará um sistema duplo, aumentando as divisões globais em torno dos imunizantes e exacerbando as desigualdades”, alerta a entidade. O apelo é feito no momento em que muitos países se abrem para a chegada de viajantes internacionais.

A lista de emergência aprovada pela OMS inclui as vacinas:

  •   Pfizer-BioNTech
  •  Moderna
  •  AstraZeneca
  •  Janssen
  •  Sinovac
  •  Sinopharm

(as duas últimas não estão aprovadas pelos reguladores europeus ou norte-americanos) 

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3,940 milhões de mortes no mundo, resultantes de mais de 181,7 milhões de casos de infecção, segundo um balanço da agência francesa AFP.

(Fotografía: AFP)


administrator

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *