Informações de Contato


BELO HORIZONTE, MG

Estamos disponíveis Ligue agora.

A Fundação Oswaldo Cruz informou que o número de mortes por covid-19 têm caído de “forma consistente” no Brasil desde o dia 19 de junho. A Fiocruz disse que foram contabilizados 2.075,43 óbitos, segundo a média móvel de sete dias reportada pelo levantamento que Monitora a Covid-19 no país. Ontem (8), esse número caiu para 1.440,57. Ainda de acordo com o estudo, o ápice de mortes da segunda onda ocorreu no dia 12 de abril com 3.123,57 mortes diárias.

O epidemiologista Diego Xavier, pesquisador do Instituto de Comunicação e Informação em Saúde (Icict), da Fiocruz, fez questão de ponderar, mesmo com o cenário relativamente otimista. “A média móvel de óbitos, em torno de 1,5 mil, ainda é muito superior a tudo o que a gente viu em 2020. Temos observado uma tendência de diminuição de mortes desde meados de abril, e isso é efeito principalmente da vacinação entre os mais idosos”.

Ele ainda ressaltou que a variante Delta – mutação do coronavírus que teve origem na índia – é altamente infecciosa e que, portanto, a população deveria manter os cuidados como o uso de máscara e o distanciamento social. Ele também lembrou que novas mutações ainda podem acontecer.

“É preciso acelerar a vacinação. E, mesmo tomando a vacina, é necessário manter os cuidados até que a gente tenha um volume de pessoas vacinadas suficiente para criar uma imunidade coletiva e, aí sim, retomar algumas atividades com cuidado”, afirmou o epidemiologista.


administrator

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *