Informações de Contato


BELO HORIZONTE, MG

Estamos disponíveis Ligue agora.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou nesta segunda-feira (19) a realização de uma estudo clínico para avaliar o uso do medicamento Proxalutamida no combate à covid-19. O objetivo é analisar uma possível redução da infecção viral causada pelo novo coronavírus e no processo inflamatório provocado pela doença.

O estudo avaliará a possível eficácia e a segurança da substância em participantes ambulatoriais do sexo masculino com covid-19 de leve a moderada. O processo é patrocinado pela empresa Suzhou Kintor Pharmaceuticals, sediada na China.

A droga foi citada pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), durante a sua saída do hospital ontem (18), após quatro dias internado por conta de uma obstrução intestinal. “Minha mãe tem 94 anos. Se ficasse doente, eu autorizaria o tratamento dela com proxalutamida”, disse o líder do executivo nacional.

Ele também disse que pretende tratar do assunto com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O medicamento em análise é geralmente usado no tratamento de cânceres, que têm relação com a testosterona, como o câncer de próstata. Vale ressaltar que ainda não existe nenhuma comprovação a respeito da utilização do produto no combate à covid-19.


administrator

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *